APARECIDAS

(50min, Espetáculo de Rua)

O espetáculo de dança Aparecidas é uma ação direta de dança realizada pelo grupo sem aviso prévio e preparação/estabelecimento de cena específica para tal, a ser executada no espaço urbano movimentado. Ela aparece no meio das pessoas configurando-se com um momento de contemplação e implicação do inusitado surgindo no ambiente não necessariamente concebido para ele. Os anos quarenta e cinquenta e suas divas e galãs, com elegantes figurinos e gestualidades posadas, acontecendo no meio das pessoas contaminando-se da cena urbana e transformando o ambiente como momento de arte, sonho e criação. Uma referência à estética glamorosa do cinema e à pop-art, uma criativa reação e versão desta.

O estranhamento gerado pela presença efêmera de sujeitos deslocados do seu ambiente original, existindo na vida corrida, agitada e cinza dos centros das grandes cidades. O brilho da noite aparecendo na sujeira do asfalto e no meio (do) dia. A gestualidade glamorosa e posada se destacando na praticidade e na emergência do dia a dia. Tudo isto se misturando e se contaminando do espaço urbano, estranhando e sendo estranhado, surtando e virando outro. Da visualidade chique para o agressivo, para o teatro de revista e depois para o pop, para a banalização e facilidade de se fazer e estar em cena da atualidade. Dos anos cinquenta para o hoje. Do que era ser ícone e ser diva para o que se é hoje nesta posição/postura. Da vida idealizada para a idealização da vida cotidiana. Divanear-se, esta é a provocação e a experimentação.

 

 

Ficha Técnica

Aparecendo:

Hilton Júnior, Lu Celestino e Luciana Ribeiro

Figurino:

Naya Violeta e o grupo

Apoio Cultural:

Make Casulo, Casulo Moda Coletiva e Brechó Goiano 

Coordenação de ensaios:

Hilton Júnior

Produção Artística:

Lu Celestino

Concepção e direção:

Luciana Ribeiro

Produção Geral:

Ma1s Um Baú de Ideias


Necessidades Técnicas

Espaço:

Espaço urbano, ruas, praças e feiras. Locais de circulação de pessoas com piso plano.

Viagem:

Equipe: Mínimo 4 pessoas; máximo 8 pessoas. 

Bagagem: Case com 1,5x1m e apx 40kg.


O ¿por quá? é um grupo independente com um imaginário de pesquisa lúdica e mundana. Optou por seguir um caminho próprio gerando uma dança simples e, ao mesmo tempo, instigante. Prima pela dança-acontecimento, dança curiosa e insurgente. Identifica-se com uma estética contemporâneo popular, se é que isso existe.

Existe desde o ano 2000 e é formado por artistas de dança vinculados diretamente ao contexto educacional e de produção em artes, apontando para uma direção militante, investigativa, profissional e autônoma. Seu foco é na democratização e convocação à experimentação artística para o alcance e conquista de uma certa autonomia celebrativa da dança.

Atua muito mais na cena sócio-politico-cultural mais ampla do que na cena artística propriamente dita, ou instituída. Pesquisa atualmente ações artísticas mais abertas e intervenções urbanas com forte teor na cultura pop.

 



Contato

maisum.baudeideias@gmail.com

+55 (62) 36098386