casacorpo

blog

Artistas goianienses realizam residência artística na cidade do Rio de Janeiro

Semana de final de Copa do Mundo no Rio de Janeiro, mas nem todos que circulam pela cidade vieram para o acompanhar a disputa futebolistica e as belezas naturais. É o caso de três grupos artísticos goianienses que se encontram no Rio para uma semana de residência artistica. Grupo EmpreZa, ¿por quá? e Vida Seca, o primeiro da área de artes plásticas, o segundo da dança e o terceiro da música se unem para trocar experiências e realizar intervenções, entre os dias 4 e 13 de julho.

 Exposição Eu como Você - Grupo EmpreZa em Museu de Arte do Rio

Exposição Eu como Você - Grupo EmpreZa em Museu de Arte do Rio

A oportunidade de se encontrarem no Rio de Janeiro surgiu à partir do convite feito pelo Grupo EmpreZa que está em exposição no Museu de Arte do Rio (MAR) como explica um dos integrantes, Rafael Abdala. "O projeto de exposição Eu como Você, compreende a organização, montagem e apresentação de uma série de registros audiovisuais e fotográficos de performances realizadas no decorrer da trajetória do Grupo EmpreZa (GE), além de estarem expostos videos, fotografias e resíduos de performances que vêm sendo realizadas durante a mostra". Não se trata de uma reunião inédita, pois o grupos já realizam trabalhos juntos há alguns anos na cidade de Goiânia, inclusive construindo juntos um novo espaço cultural goianienese, a casAcorpO.

Para o Grupo EmpreZa, como salienta Rafael, trata-se de um momento especial em seus 13 anos de trajetória. "Com certeza é a exposição mais representativa da trajetória do GE. Em um momento em que o Grupo EmpreZa, após um intenso processo de renovação de corpos, onde entre os anos de 2008 e 2014 o grupo se reconstitui com outros artistas e novos campos de desejo e atuação poética e ainda assim, dentro da potência visceral, nos mesmos campos semânticos configurados desde os princípios de sua fundação, vemos nesse momento, durante a realização desse projeto no MAR, uma oportunidade de mergulho intenso do GE dentro do GE, no movimento de ouroboros, nos saturando de nós mesmos, e que nos promoverá um grande amadurecimento."

Nesse processo é que se encaixam os diversos artistas que vem passando pela exposição e que fizeram parte da história do Empreza em momentos diversos, algo que foi ao encontro da proposta curatorial do MAR, como explica Rafael, "o programa de residências compreende a vinda e a estadia de cada um dos grupos e artistas convidados por um período de sete dias durante o período da exposição "Eu como Você". Nesse período os artistas estarão envolvidos em experiências de trocas através da vivência compartilhada com o GE nas atividades da sala Sua Vez, um espaço de experimentação e laboratório de criações artísticas, dentro da exposição Eu como Você. Somado a isso, os artistas convidados, hospedados junto com os artistas do GE, em um casarão na região da Gamboa, no Rio de Janeiro, poderão potencializar ainda mais essas experiências em um processo íntimo de residência, onde discussões e reflexões sobre as atividades de cada artista estarão tensionadas por esse processo de contaminação de ideias. "

Já passaram pela exposição convidados como o Grupo GIA (BA), o ERRO Grupo (SC), o coletivo Nós Temporários (MG), os ex-empreZários: Alexandre Pereira (AP), Fabio Tremonte (SP) e Mariana Marcassa (SP), além dos artistas individuais: Shima (MG) e Anna Behatriz (GO). Após Vida Seca e ¿por quá? ainda haverão os convidados do Corpos Informáticos (DF).

Fortalecendo parcerias

O encontro dos três grupos dentro da programaçãp da Eu como Você, se configura como um momento de celebração e aprofundamento de uma relação que começou a se consolidar neste ano. Lu Celestino, do ¿por quá?, reflete sobre a importância do acontecimento. "O ¿por quá? grupo de dança, o Grupo EmpreZa e o Vida Seca são três grupos de Goiânia que possuem suas trajetórias de pesquisa e experimentação artística de 14, 13 e 10 anos respectivamente. Todos possuem traços estéticos muito particulares, histórias distintas e maneiras de trabalho e organização horizontal muito similares. Os três grupos são membros essenciais na existência da casAcorpO. São grupos artísticos profissionais que buscam com a presença compartilhada na casa garantir as necessidades estruturais para seguirem com autonomia e liberdade  a pesquisa e trabalho artístico, que opera no campo do desejo."

Se a relação dentro do espaço casAcorpO em Goiânia possui metas e planejamentos, o momento compartilhado no Rio está mais aberto e indefinido, no que tange às ações conjuntas que serão experimentadas, como comenta Lu. "Recebemos o convite do Grupo EmpreZa para ir compor a Exposição Eu Como Você dentro do programa de residências artística do espaço Sua Vez, como quem recebe um convite para um salto no abismo. Não sabemos o que vai acontecer e estamos excitados em nos jogar. Pela primeira vez vamos compartilhar de tempo e espaço completamente voltados para a vivência e mergulho em processos de criação artística".

Cada grupo realizará alguns de seus trabalhos individuais, uma edição do evento conjunto realizado por ¿por quá? e Vida Seca, o Por Acaso - Tardes de Improviso, além de participarem de um serão performático proposto pelo Grupo EmpreZa, estas últimas agendadas respectivamente para os dias 10 e 11 de julho.

10497087_798206233547676_4047096182004015272_o.jpg

Sobre os grupos

 ¿POR QUÁ?

O ¿por quá? é um grupo independente que optou por seguir um caminho próprio, com uma dança de linguagem simples que transita entre o popular e o contemporâneo. Seu nome é um questionamento lúdico e transgressor feito à arte, gerando uma dança insurgente e curiosa. Seu foco é na democratização da experimentação artística e na busca pela autonomia celebrativa da dança. Pesquisa atualmente ações artísticas mais abertas e intervenções urbanas com forte teor na cultura pop.

VIDA SECA

Formado em 2004, o grupo Vida Seca realiza pesquisas sonoras com materiais reutilizados, construindo instrumentos musicais que são a base para a criação de um repertório autoral. Em 2008 lançou o CD Som de Sucata e em 2012 o DVD Vida Seca. Já se apresentou em vários estados brasileiros e em 2009 e 2010 realizou turnês em Portugal.

GRUPO EMPREZA

Movidos por intensa curiosidade em relação aos modos de produção de linguagem e de sensibilidade do corpo, o Grupo EmpreZa parte de seu corpo-coletivo – a conjunção dos muitos artistas que formaram e contribuíram para a história do Grupo – para pensar a performance, a arte e os lugares simbólicos em amplas dimensões, a partir de um reconhecimento de diversas situações humanas, coletivas e individuais, contemporâneas.

 

(Por: Ricardo Roqueto)