O ¿por quá?, na busca de superar o paradoxo capitalista de uma geração esplêndida de riquezas, mas sempre sob o signo da escassez, da alienação e da unilateralidade, quer compartilhar e democratizar sua produção artística com o máximo possível de pessoas. E também realizar trocas efetivas de trabalhos e conhecimentos afins. 

Assim, estamos aqui circulando, mostrando, trocando alguns dos nossos trabalhos artísticos em cidades do interior de Goiás, através do Projeto ¿por quá? convida para um chá, um baile, um cinema e uma conversa, com patrocínio da Futura Caminhões via Lei Estadual de Incentivo à Cultura - Lei Goyazes. O chá é um convite ao espetáculo, o baile para uma oficina de dança, o cinema para uma videodança e a conversa para um bate-papo apresentando um pouco da trajetória do grupo. Realizaremos nossa programação nas cidades de Anápolis, Inhumas e Cidade de Goiás. 

 

Confira as datas e locais:

Cidade de Goiás

04/12/2015
Local: Unidade Santana Regional Goiás - UFG
Oficina + Palestra: 15h - 17h
Espetáculo + Videodança: 19h30m

Inhumas

07/12/2015
Local: IFG Campus Inhumas
Oficina + Palestra: 15h - 17h
Espetáculo + Videodança: 19h30m

Anápolis

08/12/2015
Oficina + Palestra: 16h - 18h
Espetáculo + Videodança: 20h


Nossas ações

Um chá...
Chá do Fígado, Baço e Memória 
espetáculo de dança

O que é ser mulher na sociedade? O que é não ser mulher? Como é tratado o feminino nas duas situações? Um mergulho nas memórias, individual e coletiva, é o ponto de partida para destacar os elementos que compõem a identidade de cada sujeito desse grupo e retirar o véu que (ainda) encobre as questões da feminilidade em nossas vidas. Somos feitos do que herdamos com aquilo que é traduzido e ressignificado nos nossos corpos, na nossa existência e experiência. Todos os ingredientes que emergem dessa pesquisa são colocados na fervura do nosso chá, um pouco do eu com um pouco do seu, do que me falta, do que se esvazia... ebulição, outros estados, outros encontros.

Ficha Técnica
Concepção e direção artística: Lu Celestino e Hilton Júnior
Criação e interpretação: Hilton Júnior e  Lu Celestino
Contrarregra: Lucienne Almeida
Trilha Sonora: Edith Medeiros, Felix Mendelssohn,
Jeferson Leite e Vida Seca, Mara Medeiros, Savina Yannatou, The Beatles e Tom Zé.
Direção-geral: Luciana Ribeiro

Recomendado para maiores de 14 anos. 


Um baile...
Memórias de Dança Também Dançam
oficina_bailinho

Debruçar-se, de forma atenta e inventiva, sobre uma possível memória de dança, partindo dos repertórios de movimentos inseridos na cultura pop e vivenciados em festas e bailes do cotidiano. Olhar antropológico de estranhar o cotidiano e tornar o estranho familiar. A conquista de uma autonomia corporal criativa em dança identificada no jeito comum de dançar. Desenvolver e afirmar o prazer de dançar por meio de uma intervenção lúdica e artística.

Ficha Técnica
Ministrante: o grupo
Público-alvo: pessoas interessadas em trocar danças e também no mover-se e em ser movido.


Uma conversa...
A Porquaria de Ser Artista de Dança
bate-papo audiovisual

Este bate-papo audiovisual faz referência à trajetória construída pelo grupo. Traz pequenos vídeos de alguns trabalhos do grupo e sua forma de conduzí-los. Mais um contato com o exercício dialético, material e contraditório de ser deste grupo.

Um cinema...
Rua 57, Número 60, Centro
¿Uma videodança. Ou videoclipe? 

Em 13 de setembro de 1987, Goiânia foi palco do mais grave acidente radiológico da história, quando catadores de material reciclado encontraram, em um hospital em ruínas, um aparelho contendo uma cápsula de Césio 137. Desde então, as vítimas e seus familiares lutam tanto por direitos sociais, em especial assistência à saúde e recebimento de pensões, assim como por estudos científicos acerca dos desdobramentos do fato. A dor destas pessoas e o descaso do Estado motivaram os grupos ¿por quá? e Vida Seca, sob a direção de Lina Reston, a apresentar em 2007 uma intervenção-protesto nas manifestações de 20 anos do ocorrido. Em 2011, os grupos voltam a se encontrar para transpor essa intervenção para o suporte do vídeo. Com novos parceiros, mergulharam em um processo coletivo de criação de um videodança (¿videoclipe?), buscando um olhar sensível e poético que fortaleça a luta contra o esquecimento e por diagnósticos e soluções adequadas para o fato. Direção: Michael Valim. 2011, 9’, Cor, NTSC.

Ficha Técnica
Realização: Grupo Vida Seca e ¿por quá? grupo de dança
Produção: Mito – Projetos Socioculturais
Coprodução: TV UFG, Digital 5 e Sambatango Filmes
Elenco: Vida Seca: Danilo Rosolem, Igor Zargov, Ricardo Roqueto e Thiago Verano. ¿por quá?: Hilton Junior, Leticia Reis, Lu Celestino e Roberto Rodrigues. Bailarinos convidados: Anna Behatriz Azevedo e Patrick Mendes
Direção: Michael Valim
Direção Artística: Lu Celestino
Criação e Roteiro: Lu Celestino e Michael Valim
Direção de produção: Christiano Verano
Coreografia: Lina Reston e ¿por quá? grupo de dança
Trilha Sonora: Grupo Vida Seca
Montagem e Edição: Michael Valim
Finalização: Rodolfo Machado
Assistentes de direção e produção: Gabriela Marques,
Luana Otto, Maiara Dourado e Tatiane de Assis
Fotografia: Thiago Magnum
Câmeras: Thiago Magnum e Fernando Brás
Assistentes de Câmera: Charles Helmmer,
Junio Filho e Tiago França
Operador grua: Daniel Dias dos Santos
e Elinaldo Reve (Grua e Cia)
Iluminador: Fernando Vilela
Gravação, mixagem e masterização de áudio: Ricardo Darim (Estúdio Volt)
Figurinos: Su Martins e Milleide Lopes
Fotografia de Still: Elisa Di Garcia e Thiago Lemos
Apoio: Marcos Teixeira, José Antônio e Wellington