Professoras e Professores

Convidamos profissionais com trajetórias importantes e significativas da técnica de Contato Improvisação. Conheça as professoras e professores que fizeram parte da etapa imersiva do reToque:

 
Ana Alonso

Ana Alonso (Florianópolis / Brasil)

Dançarina, professora, produtora e pesquisadora, com ênfase na dança contemporânea e improvisação. A partir de 2009 me dedico ao Contato Improvisação (CI), coordeno o projeto Entrando em Contato e o Festival Transformando pela Prática. Formada em DanceAbility (2011), curso que produzi. Desde fev. de 2011 integro o PlanoB coletivo de experimentações em movimento. Promovo eventos e participo como bailarina e professora em Jams, festivais e outros eventos de Contato Improvisação, Improvisação e Composição no Brasil e América Latina. Vivo em Florianópolis, onde pratico com parceiros de dança e CI; coordeno o Espaço Transformando e sou doutoranda com pesquisa em Dança no PPGT - UDESC. Contato: analonsok@gmail.com

 
Camillo Vacalebre

Camillo Vacalebre (Napoli / Itália)

Reside e atua profissionalmente em Buenos Aires e em Brasília. É professor da Técnica Alexander, diplomado pelo Alexander Techniek Centrum Amsterdam, dirigido por Tessa Marwick e Paul Versteeg. É membro da Associação Brasileira da Técnica Alexander - ABTA. É coreógrafo, dançarino e performer, diplomado pelo CNDO/EDDC(European Dance Development Center), departamento de dança do Instituto Superior do Ensino das Artes de Arnhem, Holanda, dirigido por Mary Fulkerson e Aat Hougee. Ministra cursos e workshops de Contato Improvisação. Ensinou em instituições acadêmicas (IdA/CEN – Universidade de Brasília), instituições de ensino superior (Faculdade de Artes Dulcina de Moraes, Brasília), escolas de ensino secundário (Liceo Classico Genovesi, Napoli), cursos de formação para docentes (AsCaf, Napoli), festivais de dança e em vários centros particulares e independentes na Itália, Dinamarca, Brasil,  Argentina, Uruguai, Alemanha, Chile.

 
Catalina Chouhy

Catalina Chouhy (Montevidéu / Uruguai)


Professora de dança, bailarina e criadora. Licenciada em Ed. Física. Atua com regularidade na pesquisa do Contato Improvisação no Uruguay: coordena ciclos e oficinas com diferentes professoras com o objetivo de difundir esta prática de dança. Formada em “Contradanza” e no “Espacio de Desarollo Armónico”, em Montevideo. Formada na Escola de Desenvolvimento da Nova Dança, em Amsterdã; e na Escola de Ciências do Esporte, em Leipzig / Alemanha. Estudou contato improvisação com diferentes mestres: Florencia Martinelli, Florencia Varela, Nancy Stark Smith, Mike Vargas, Nita Little, Julien Hamilton, Martin Keogh, Ray Chung. Desde 2005, é professora de CI e Dança Contemporânea para jovens e adultos, em Montevideo e outras cidades no interior do Uruguay. Professora Festivais Internacionais de Contato Improvisação na Alemanha, Holanda, Brasil e Argentina. Co-organizadora do Festival de Contato Improvisação de Montevideo.

 
Gustavo Lecce - foto: Amaury Martinez

Gustavo Lecce (Buenos Aires / Argentina)

Gustavo Lecce nasceu em La Plata, praticou Tae-kwon-do e atletismo, mais tarde ele se inclina para as artes e linguagem corporal. Estudou Belas Artes na Faculdade de Belas Artes de La Plata.
Estudou com Alma Falkenberg, Nancy Stark Smith, Dany Lepcoff, Alito Alessi (que trabalha elementos do BodyWork), Martin Keogh, Andrew Harwood e Camillo Vacalebre entre outros. Integrante da trupe de circo "Black Circus". Faz parte do  "Entrenamiento para Clows", juntamente com Cristina Marti e Lucas Condro. Com quem trabalhou no Terceiro Congresso Internacional de Clown e  Palhaço de Hospital na Faculdade de Medicina da UBA. Atualmente trabalha no Departamento de Contact.I. em I.U.N.A. E com treinamento da Companhia de Dança Contemporânea da mesma instituição.

 

Equipe de Acolhida

Somos semeadores e semeadoras de desejos. Compartilhamos sonhos e construímos encontros. Gestamos, produzimos, registramos, partilhamos e dançamos.


11209591_892210647504970_7885623916927381934_n.jpg

Lu Celestino (GO)

_concepção e coordenação geral_

Sou dançarina, gestora artística e produtora cultural. Componho o ¿por quá? grupo de dança, desde 2004. Integro o Fórum de Dança de Goiânia. Co-criei o arranjo criativo Ma1s Um Baú de Ideias que trabalha com produção e gestão de iniciativas que semeiem arte, autonomia e encontros. Nesse momento me dedico a investigar e articular os eixos de formação, memória e criações cênicas. Em 2014, abrimos a casAcorpO, meu lugar de trabalho, de partilha e coletividades. Sou curiosa, e desejosa, com o Contato Improvisação como mais uma ferramenta de integração no horizonte  dos meus propósitos. Uma dançaria-etc. Acho importante dizer que importantes pessoas (e grupos) passaram na minha vida, com algumas fiz cursos, outras me dirigiram, compartilhamos danças, palcos, trocamos ideias, criamos e partilhamos alguns instantes, agradeço: Luciana Ribeiro, Hilton Júnior, Grupo Vida Seca, Kleber Damaso, Denise Stutz, Hugo Rodas, Sônia Mota, Gustavo Lecce, FF, Grupo Transforma e Grupo EmpreZa.  

 
Hilton+Júnior.jpeg

Hilton Júnior (GO)

_produção e zelo_

Graduado em Ed. Física pela UEG em 2006, Professor de dança da Secretaria de Estado da Educação, Cultura e Esporte de Goiás desde 2007, Pós Graduado em Pedagogias da Dança pelo Ceafi/ UCG em 2009, oficializou o Espaço Multicultural - Casa Phrestas e o elenco do Grupo de Dança e Teatro Phrestas nos anos de 2000 à 2002 em Anápolis. Integrante do ¿por quá? grupo de dança desde 2002, no qual participa ativamente da cena de dança no estado de Goiás e fora dele com espetáculos, performances, palestras e oficinas de dança. Além da pesquisa em dança efetivada no ¿por quá? grupo de dança, integra a equipe de editores da WEBZINE revista digital, o elenco do Grupo Experimental de Teatro (GET) e Trupe dos Cirandeiros do Centro de Estudo e Pesquisa “Ciranda da Arte”, buscando novas experiências e diálogos com a arte. Integra também o elenco da Cia de Teatro Sala 3 desde 2015 assegurando a troca de experiências nas diversas áreas das artes cênicas.

 
Avatar-Victor-L.-Pontes-.jpg

Victor L. Pontes (GO)

_Arte gráfica & design_

É idealizador do Marcas _ de Propósito, designer e consultor de marcas, me formei pela Universidade Federal de Goiás em Design Gráfico, especializando em Produtos e Processos Criativos pela mesma instituição. Participou ativamente de diversos cursos, oficinas e eventos sobre criatividade, empreendedorismo, inovação, design e comunicação.Em 2011, foi palestrante do 1º TEDxGoiânia com a palestra Fabricando Cultura Coletiva. Como empreendedor ajudou a fundar projetos e marcas como Perro Loco - Festival de Cinema Universitário Latino-Americano, Coletivo de ilustração FAKE FAKE, estúdio de design Zebrabold, a marca beta Aomeio Móveis e o espaço coletivo e colaborativo - Fábrica Cultura Coletiva. A partir de 2013 em São Paulo, atuou em projetos ligados à design thinking e serviços para eventos como GATE da agência de intercâmbio STB (Student Travel Bureau) e 9º Congresso Brasileiro do Algodão da ABRAPA (Assoc. Brasileira dos Produtores de Algodão). Desde 2014 ministra o curso e palestra Você&SuaMarca, que faz parte do Marcas _ de Propósito, já aconteceu em Goiânia, São Paulo e Brasília.

Site oficial: marcasdeproposito.com

 
Hugo+Leonardo.jpeg

Hugo Leonardo (BA)

_professor convidado e astrólogo_

Dançarino, isto é, alguém que vê o mundo pela dança. Corporeador de projetos poéticos. Dedica-se ao Contato Improvisação desde 2001, com atuação extensa e intensa em eventos relacionados a esta investigação do movimento e dança no Brasil e em diversos países, em que se destaca a idealização e direção artística do EmComTato Festival de Contato Improvisação, na Bahia. Mestre em Dança e Doutor em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia é autor dos livros “Poética da Oportunidade: Estruturas Coreográficas Abertas à Improvisação”, publicado pela EDUFBA (2009), e “Desabituação Compartilhada: contato improvisação, jogo de dança e vertigem”, Selo A Editora (2014). www.dancaimprevista.com

 
1497211797848.jpeg

Iris Fiorelli (SP)

_professora convidada e palhaça_

Artista da dança e palhaça, atua desde 94, em diferentes projetos de teatro, dança e circo. Estudou diversas técnicas ate optar pelo Contato Improvisação e a Palhaçaria, estudos que iniciou em 97 com Tica Lemos e Cristiane Paoli Quito Studio Nova Dança, SP. Em continuo aperfeiçoamento segue estudando com professores de diversas nacionalidades, também ensina e organiza eventos relacionados. Premiada pela Funarte, Secretaria de Cultura de Aracaju e Petrobras apresenta os espetáculos solo Magavilha e Retalhos Populares por onde circula com sua simpática Kombi rosa, a Bonitinha. Além de seus projetos também participa de iniciativas ligadas a dança, performance e teatro de outros realizadores. Mais informações www.retalhospopulares.org e transformando pela prática

 
Sílvia+Patrícia.jpeg

Sílvia Patrícia (GO)

_registros afetivos em vídeo_

Formada em Fotografia e Imagem pela Faculdade Cambury, iniciou suas atividades artísticas em 2011 ao ingressar no curso de Artes Dramáticas no Centro de Educação Profissional em Artes Basileu França. De formação híbrida, estuda e atua nas áreas de teatro, performance, instalação, dança, fotografia e vídeo. 

 
19727173_10154524341671372_630480772_o(1).jpg

Layza Vasconcelos (GO)

_registros afetivos em foto_

Fotografa apaixonada pelas artes cênicas. Fotografa a cena do teatro e da dança da cidade de Goiânia desde 1998 registrando com seu acervo pessoal de trabalho parte da história desses segmentos.